Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Setembro, 2014

'Crepioca'

Essa é para o pessoal da dieta,  reeducação alimentar, para as pessoas que dão valor a uma alimentação saudável e light.
Estou simplesmente apaixonada com essa receita, que aliás, já vi com algumas adaptações nos ingredientes, mas na verdade, todas elas substituem o pão com tranquilidade. Sou maluca por pães, de início imaginei que não fosse suportar ficar sem eles ou simplesmente reduzir o consumo. E foi mais fácil que eu pensava. Geralmente preparo minha delícia no café da manhã. Fica muito saborosa e sustenta bastante por bom tempo. É livre de glúten e gorduras, quando preparada apenas com as claras dos ovos.  Com as claras e gemas, além da proteína, é rica em gorduras boas.  O bom da 'crepioca' é que pode ser feita salgada ou doce. Aí vai depender do recheio. Vamos a receita e em seguida deixarei algumas dicas de recheios saudáveis.
Ingredientes:
3 claras
1 C. de sopa de goma de Tapioca peneirada
Sal ou adoçante (Depende do recheio)
1 C. de chá de sementes de Chia ( para baixar o …

BH dos Ipês

Vendo as fotos que alguns amigos conterrâneos postaram por esses dias em seus perfis, me bateu uma saudade imensa da minha linda Belo Horizonte nessa época do ano. Geralmente passo uma ou duas semanas do inverno na terrinha natal, mas, esse ano, por motivos de força maior, adiantei a viagem para maio e perdi o espetáculo da florada dos Ipês.  Quando tenho a sorte de estar por lá, ando pelas ruas da cidade deslumbrada  com tamanha beleza. Saio 'clicando' cada árvore a minha frente. Perco minutos admirando a explosão de cores e flores que deixa a cidade mais romântica e ainda mais bonita. É um magnífico espetáculo da natureza, um presente para moradores e turistas. Ao mesmo tempo que enfeita a aconchegante BH, os Ipês floridos dão uma injeção de ânimo nas pessoas. Os tons de  rosa, roxo, amarelo e branco, misturam-se ao cinza dos concretos e Belo Horizonte  parece uma cidade encantada por um breve período de tempo, porque tamanha beleza, dura pouco. Em torno de quinze a vinte dia…

"Dor não tem nada a ver com amargura..."

"Dor não tem nada a ver com amargura / Acho que tudo que acontece / é feito pra gente aprender cada vez mais, /  é pra ensinar a gente a viver. Desdobrável. /  Cada dia mais rica de humanidade. "
Adélia Prado